O Espaço de diálogo sobre o Ensino Médio Público

quinta-feira, 19 de dezembro de 2013

PPGED-UFPA ACÉFALO HÁ MAIS DE MÊS



Afinal, quando e quem vai nomear o interventor do PPGED?
Desde o dia 14 de novembro de 2013 o Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPA está sem Coordenador. Isso significa que não há ninguém que assine declarações, que encaminhe a lista de ofertas do ano que vem (que já deveria estar em discussão), que organize o processo de matrículas, que encaminhe a realização de bancas, que convoque as reuniões do Colegiado, que responda aos recursos existentes, que encaminhe os processos pendentes ou que execute qualquer ação necessária ao funcionamento do Programa (como um possível recurso ao resultado da avaliação da CAPES, o prazo está correndo).

sábado, 23 de novembro de 2013

ENSINO MÉDIO BRASILEIRO SOB AMEAÇA DE MAIOR FRAGMENTAÇÃO



Foi apresentado na Câmara Federal o Relatório do Deputado Wilson Filho (PTB-PB) - Comissão Especial para Reformulação do Ensino Médio, já apresentado em formato de Projeto de Lei, que propõe mudanças na LDB no que se refere ao Ensino Médio. Trata-se de grande retrocesso pois, se aprovado, negará os avanços existentes nas novas DCNEM que tomam o Ensino Integrado como referência e subordinará a organização curricular do ensino médio a uma lógica instrumental e ao gosto dos “homens de negócio”.
Vejam abaixo os comentários do Profº Celso Ferretti, estudioso da ensino médio brasileiro, sobre este relatório:

segunda-feira, 18 de novembro de 2013

CONSUN DA UFPA TEM AUTORIZAÇÃO PARA EXONERAR COORDENADOR DE PÓS-GRADUAÇÃO QUE NÃO ACEITA MATRICULAR ALUNO PLAGIADOR



O Consun – Conselho Superior da Universidade Federal do Pará aprovou a possibilidade de o Reitor exonerar o Coordenador do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPA, Profº Paulo Sergio de Almeida Correia. Se isto vier a acontecer será algo inusitado na história da UFPA, em tempos pós ditadura militar. Qual o motivo? O ainda Coordenador se nega a matricular um aluno que, comprovada e assumidamente, cometeu plágio por duas vezes quando ainda era aluno regular do Programa.
Apesar de haver uma decisão da Justiça Federal que confirma o plagio e nega o direito do plagiador a matrícula (vejam em http://emdialogoamazonia.blogspot.com.br/2013/05/conselho-superior-da-ufpa-valida-plagio.html), o Consepe e o Consun aceitaram o recurso impetrado pelo mesmo e determinaram a rematrícula. Diante do impasse o Coordenador desobedeceu o Consun em observância a decisão da Justiça Federal (que fora provocada pelo ex aluno plagiador).
Cabe agora ao Reitor agora a decisão de exonerar o Coordenador do Programa. Tal decisão tem implicações políticas e acadêmicas importantes, pois se vier a acontecer determinará uma intervenção no PPGED e dará aval a praticas acadêmicas fraudulentas.
Se o Reitor vai exonerar é algo que se deve aguardar, mas de certo é que não se pode concordar com o plágio e nem com violência à autonomia do Programa.

A Greve da Educação Pública Paraense de 2013, a mais importante greve da história do SINTEPP



Prof. Thiago Barbosa faz uma avaliação sobre a greve dos professores finalizada na últia sexta-feira:

"No final do mês de Setembro, Educadores do Estado inteiro estiveram reunidos em Assembleia Geral em Belém e decidiram por ampla maioria entrar em Greve, os motivos são vários, e a falta de avanço com as inúmeras reuniões entre Governo e Sintepp contribuiu diretamente para que a greve fosse deflagrada; apesar do posicionamento contrário da direção majoritária do Sintepp.

quinta-feira, 7 de novembro de 2013

O DESPEJO DA EEETEPA ANÍSIO TEIXEIRA: Ministério Público pede explicações ao Governo do Estado




Ocorreu na manhã do dia 05 de novembro de 2013, na Promotoria de Direitos Constitucionais Fundamentais do Ministério Público do Pará, uma reunião convocada e mediada pela 1ª Promotora de Justiça de Direitos Constitucionais e Fundamentais, Maria das Graças Corrêa Cunha, para tratar do funcionamento da Escola Estadual de Educação Tecnológica do Pará Prof. Anísio Teixeira. Estavam presentes servidores da Coordenação de Educação Profissional da SEDUC, da Assessoria Jurídica da SEDUC e da Escola Tecnológica Anísio Teixeira.

domingo, 27 de outubro de 2013

CARTA ABERTA AO SENADO FEDERAL EM REPÚDIO À DECLARAÇÃO DO SR. CLAÚDIO DE MOURA CASTRO



Nós, ativistas do Movimento Nacional dos Direitos Humanos e diversas entidades, vimos repudiar veementemente o pronunciamento machista e preconceituoso do Sr. Cláudio de Moura Castro, economista, colunista de uma revista, professor especialista em educação e presidente do Conselho Consultivo da Faculdade Pitágoras, em audiência pública realizada no dia 21 de outubro de 2013, na Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado Federal, em Brasília/DF.

A audiência pública supracitada tinha como pauta principal o novo projeto do Plano Nacional Educação (PNE) e, nesta ocasião, o Sr. Cláudio defendeu e sugeriu que o Plano Nacional de Educação (PNE) assegurasse “a criação de um bônus para as ‘caboclinhas’ de Pernambuco e do Ceará que conseguirem se casar com engenheiros estrangeiros, porque aí eles ficam e aumenta o capital humano no Brasil; aumenta a nossa oferta de engenheiros”.

sábado, 26 de outubro de 2013

SIMÃO JATENE, ALEX FIÚZA, ALICE VIANA E CIA LTDA, não basta ir para a mídia dizer que atendeu 90% de nossas reivindicações, tem que comprovar!!!




SIMÃO JATENE, ALEX FIÚZA, ALICE VIANA E CIA LTDA, não basta ir para a mídia dizer que atendeu 90% de nossas reivindicações, tem que comprovar!!!
(Prof. Nairo Bentes)

Em greve desde o dia 23 de setembro, nós, trabalhadores em educação da rede estadual de ensino, estamos em um momento chave da nossa greve, o que acompanhamos até aqui é que o Governador do Estado, o senhor Simão Jatene, vem tratando com ignorância e truculência os trabalhadores em educação deste Estado. Depois de entrar com ação na justiça, declarando a greve como ilegal antes mesmo dela começar, observamos uma série de abusos por parte deste governo, chegando ao cúmulo de negar-se a negociar com a categoria mesmo com o Supremo Tribunal Federal declarando a greve como legalíssima. Ontem houve uma nova mesa de negociação com o governo, mediada pelo ministério público, conquistada após a ocupação do prédio da Secretaria do Estado de Educação, mas as propostas feitas feitas pelo Governo não satisfizeram à categoria docente, já que não foi apresentado nenhum ganho concreto, mas apenas “intenções”.

domingo, 20 de outubro de 2013

O ENSINO INTEGRADO E O TRABALHO DIDÁTICO NOS LABORATÓRIOS E OFICINAS



O trabalho nas oficinas é uma possibilidade de trabalho didático e, para Pistrak (2009), uma necessidade para que os estudantes compreendam a essência da divisão do trabalho. Mas estes espaços formativos podem ser vistos sob diferentes ângulos e ter diferentes usos, como momento de demonstração didática tradicional, quando sua ênfase recai nos exercícios, na repetição de conceitos ou fórmulas, na memorização que visa a disciplinar a mente e formar hábitos (Libâneo apud Veiga, 1991: p. 132), ou como situação de testagem e de reelaboração de conhecimentos. Neste texto nos interessa entendê-lo nesta segunda possibilidade, como procedimento de ensino integrado.

sexta-feira, 11 de outubro de 2013

ESTUDANTES DE ENSINO MÉDIO E FUNDAMENTAL VÃO FAZER PARALISAÇÃO NACIONAL



A UBES – União Brasileira dos Estudantes Secundarista - convoca os estudantes de todo o Brasil para um dia de paralisação estudantil, na próxima quarta-feira (17/10), em defesa da escola pública. São os maiores interessados na educação pública de qualidade se mobilizando e se juntando aos professores , em greve em vários estados brasileiros, contra a precariedade da educação brasileira.

quinta-feira, 10 de outubro de 2013

PROBLEMATIZAÇÃO, TRABALHO COOPERATIVO E AUTO ORGANIZAÇÃO COMO ESTRATÉGIAS BÁSICAS PARA O ENSINO INTEGRADO



É um desafio pera educadores e unidades escolares comprometidas com a formação ampla dos sujeitos a definição de estratégias de organização curricular e de ensino que favoreçam a superação da visão fragmentária e linear da realidade e que tornem mais factível um projeto de formação orientado pela ideia de integração.

segunda-feira, 7 de outubro de 2013

PROCEDIMENTOS DE ENSINO E INTEGRAÇÃO



Para a construção do ensino integrado, compreendido como projeto de educação que busca integrar teoria e prática, saberes e fazeres, várias são as possibilidades de estratégias de ensino e nenhuma delas pode ser descartada a priori, seja por razões ideológicas ou por uma possível impossibilidade de eficácia, sendo assim, cada procedimento de ensino, enquanto meio, poder servir mais ou menos para o desenvolvimento de práticas integradoras.

quinta-feira, 12 de setembro de 2013

ALUNOS DE REDE PÚBLICA DO PARÁ VÃO PARA ABU DHABI



Embarcou hoje uma delegação do estado Pará rumo à Abu Dhabi, Emirados Árabes Unidos, para participar do Movimento Internacional de Lazer em Ciência e Tecnologia (MILSET – Mouvement International pour le Loisir Scientifique et Technique).

terça-feira, 23 de julho de 2013

Seleção de bolsistas PIBID, para estudantes de Pedagogia da UFPA, Campus Belém. Até 29/07/2013.


UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
INSTITUTO DE CIÊNCIAS DA EDUCAÇÃO
GEPTE – GRUPO DE ESTUDOS E PESQUISAS SOBRE TRABALHO E EDUCAÇÃO

SELEÇÃO DE BOLSISTA DE ENSINO (Bolsista PIBID/UFPA-CAPES)


A Coordenação do Projeto PIBID-CAPES, intitulado “Projeto de valorização e qualificação de profissionais para a implementação do ensino médio integrado nas escolas de educação profissional do Pará”, vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Educação – GEPTE – do Instituto de Ciências da Educação da UFPA, torna público o presente edital para seleção de Auxiliar de Pesquisa.

I. VAGAS


Serão ofertadas 10 (dez) vagas para alunos do Curso de Graduação em Pedagogia, com disponibilidade de 4 horas diárias.


II. DURAÇÃO

Doze meses, prorrogáveis por mais doze.

III. REGIME DE TRABALHO E REMUNERAÇÃO

Os Auxiliares de Pesquisa atuarão como bolsistas, com uma carga horária semanal equivalente a 20 horas e, dedicadas às atividades do Projeto de Ensino “Valorização e qualificação de profissionais para a implementação do ensino médio integrado nas escolas de educação profissional do Pará”, por meio de um plano de trabalho específico. A remuneração é de R$ 400,00 (quatrocentos reais), valor definido pela CAPES.

IV. REQUISITOS

1.    Estar regularmente matriculado no Curso de Pedagogia da UFPA;
2.    Estar cursando, no mínimo, o 2º semestre do curso e no máximo o 5º semestre;
3.    Ter disponibilidade para atuar no turno da manhã ou tarde ou noite.

 

V. DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO

1.    Cópia de documento de Identidade válido em todo território nacional;
2.    Cópia de CPF
3.    Comprovante de matrícula no semestre em curso;
4.    Histórico escolar;
5.    Curriculum vitae comprovado.

VI. CALENDÁRIO

Inscrição: de 24 a 29 de Julho de 2013, das 09 às 12h e das 14 às 18h na sala do GEPTE (sala 229 do ICED).

Entrevista: 30 de Julho de 2013, de 14 horas às 17 horas, na sala do GEPTE (sala 229 do Centro de Educação).

Resultado Final: dia 30 de Julho de 2013.



Belém, 23 de julho de 2013.

Profº Dr. Ronaldo Marcos de Lima Araujo
Coord. do Grupo de Estudos e Pesquisa Sobre Trabalho e Educação


segunda-feira, 24 de junho de 2013




ENQUANTO ISSO, PARTE DA JUVENTUDE QUE NÃO VAI ÀS PASSEATAS É ASSASSINADA
O Jornal Diário do Pará, na sua edição de 24/06/2013, traz em sua capa o título: “Fim de semana violento com 14 assassinatos”, ocorridos na Região Metropolitana de Belém. Registra o Jornal que foram 18 mortes no final de semana, sendo 13 por baleamento ou facada, que vitimaram 12 jovens entre 16 e 19 anos. Mais 3 jovens morreram em acidentes de trânsito e outro foi eletrocutado. No total 17 jovens morreram por causa violenta apenas em Belém no último final de semana.

segunda-feira, 3 de junho de 2013

REFLEXÕES E AÇÕES SOBRE A TRAJETORIA DO PIBID NA EEETEPA PROFº ANISIO TEIXEIRA

Márcia Pereira da Silva[1]


É de vital importância destacar os relatos e ações ocorridos em minha trajetória durante quase dois anos de atividades de ensino e pesquisa em uma escola de Educação Profissional, refletindo sobre o Ensino Médio Integrado. A EEETEPA profº Anísio Teixeira foi fundada em 2009, e faz parte da rede de escolas de Educação Tecnológica criada pela Secretaria de Estado de Educação do Pará (SEDUC). Esta secretaria de Estado propôs a implantação de Escolas Tecnológicas no Pará visando uma formação profissional com base no projeto pedagógico da integração.
Em 2011 tivemos a acolhida na EEETEPA Professor Anísio Teixeira pela nossa supervisora do PIBID e coordenadora de ensino na escola Adriana Porto, que logo em seguida nos apresentou a direção e planejou um cronograma de todas as atividades que iríamos desempenhar na escola durante o ano letivo. Mediante acesso aos seus documentos como: Projeto Político-Pedagógico (PPP); Planos de curso; desenho curricular e regimento Escolar, contribuíram para nossas observações e análises durante nossa vivência na escola.
 Destaco a importância que o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência - PIBID me proporcionou como graduanda em Licenciatura Plena em Pedagogia, no sentido de obter um leque de aprendizados envolvendo os teóricos que discutem a educação profissional como Frigotto, Ciavatta, Ramos, Kuenzer, Araujo e Rodrigues. O conjunto de estudos e discussões realizadas me possibilitaram avançar nas discussões em sala de aula, no que se refere ao meu crescimento como sujeito em formação.
Ter contato com o corpo docente, técnicas pedagógicas, participação nas reuniões e em alguns eventos da escola foi de suma importância durante esses anos, pois através das entrevistas, observações e conversas informais pude perceber na prática as ansiedades e desafios registrados em lecionar em uma escola de educação tecnológica, pois apesar da escola ter uma boa estrutura, ter bons professores, ela não deixa de ter os problemas que uma escola pública vivencia como greve, falta de energia que perdurou por muitos dias, abalando o início e término do ano letivo; além do distrato aos profissionais etc. No entanto percebi que, apesar de todas essas questões, os docentes têm um compromisso com a educação.
Vivenciei as situações ocorridas na sala da coordenação pedagógica, pois em alguns momentos estivemos atuando junto com a coordenadora e alguns momentos direcionávamos os alunos, repassando informações pertinentes à escola, como horários de aulas, falta de professores, avisos em sala de aula sobre atividades recorrentes, etc. Além de atender ao telefone e registrar tudo o que ocorria na escola no período em que permanecia na mesma.
Organizamos junto à supervisora o primeiro dia da Jornada Pedagógica, escolhendo os assuntos que ela havia de repassar para os professores, com o nosso apoio. Tivemos participação efetiva em um dia da jornada apresentando o PIBID e relatando de fato o que e porque estávamos inseridas na escola. Com toda essa experiência foi possível organizarmos a oficina sobre o Ensino Médio Integrado com o tema: “Por que e para quê integrar?”, pois, já conhecíamos os professores e as fragilidades que os mesmos constituem devido a crescente troca em uma escola de educação profissional.
A EEETEPA Professor Anísio Teixeira abriu as portas, juntamente com a UFPA (Universidade Federal do Pará), e o GEPTE (Grupo de estudos e pesquisas sobre trabalho e educação) me possibilitando prosseguir em meus estudos, conhecendo a realidade da educação profissional de jovens e adultos. Com um novo olhar, consegui relacionar na prática o que antes só havia constatado nos documentos e textos lidos, sobre o papel da integração e do ensino médio integrado, pois antes meus conhecimentos eram limitados sobre esse assunto.
Com toda essa experiência, partiu o interesse de continuar estudando sobre educação profissional defendendo o trabalho de conclusão de curso (TCC) que tem como objeto de estudo “A didática da Educação Profissional” na própria EEETEPA Professor Anísio Teixeira.



[1] Aluna de Graduação do curso de Licenciatura Plena em Pedagogia da Universidade Federal do Pará. Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência – PIBID. Vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Educação – GEPTE. E-mail: marcinha_afro@hotmail.com

quarta-feira, 29 de maio de 2013

A TRAJETÓRIA NO PROGRAMA INSTITUCIONAL DE BOLSA DE INICIAÇÃO À DOCÊNCIA - PIBID NA ESCOLA TÉCNICA ESTADUAL MAGALHÃES BARATA – ETEMB

Michelle Ferreira Coimbra[1]


Este trabalho relata as experiências vivenciadas na Escola Técnica Estadual Magalhães Barata – ETEMB em Belém do Pará, como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência – PIBID, vinculado ao Grupo de Estudo e Pesquisa sobre Trabalho e Educação – GEPTE, com intuito de analisar a contribuição desse programa para a formação acadêmica do pedagogo.
O PIBID de Pedagogia tem como objetivo qualificar a formação dos licenciandos da Universidade Federal do Pará (UFPA) para atuarem nas Escolas Tecnológicas da Rede Estadual do Estado que tem o projeto Ensino Médio Integrado vinculado à instituição, possibilitando aos acadêmicos a participação em experiências metodológicas e práticas docentes de caráter inovador, de forma que busquem a superação dos problemas que possam enfrentar no interior das escolas, realizando assim, uma reflexão sobre as práticas formativas vivenciadas e promovendo uma articulação entre a teoria e a experiência dos discentes da UFPA e docentes da educação profissional paraense, elevando a qualidade da formação dos pedagogos e sua inserção nas práticas formativas no âmbito escolar.
Durante as experiências vivenciadas desde o inicio do programa até os dias atuais, tem sido um momento inovador, pois a ETEMB é uma escola que possui o Ensino Médio Integrado vinculado a instituição, mas até o momento, ainda não está efetivado, porém busca-se por essa efetivação através de diálogos, de movimentos ainda que restrito, como pequenas oficinas de iniciativas de alguns professores e que precisam crescer, é claro que a escola possuem seus problemas como qualquer outra, mas precisa supera-los para proporcionar uma educação de qualidade a todos que fazem parte da comunidade escolar.
 Compreendemos que a contribuição do PIBID para a formação do Licenciando em Pedagogia é primordial, pois proporciona uma formação que somente o Curso de Pedagogia não proporcionaria, trata-se da realização de atividades práticas, para além dos estágios curriculares, ligadas diretamente aos problemas reais de uma instituição pública da Rede Tecnológica Estadual do Estado do Pará voltada para a educação de jovens e adultos, proporcionando um aprendizado diante de uma vivência e um crescimento intelectual. Por meio desse projeto tivemos também, contato com diversos autores da área, e, além disso, a ETEMB estreitou os laços com a Educação superior (Universidade Federal do Pará), mas especificamente com Grupo de Estudos e Pesquisa sobre Trabalho e Educação – GEPTE, onde a escola teve a oportunidade de vivenciar espaços formativos que foram proporcionados aos docentes com intuito de trocar as experiências entre os discentes da UFPA e docentes da ETEMB.
Dessa forma, conclui-se que o PIBID proporcionou uma formação no campo da Educação Profissional, especificamente sobre o Ensino Médio Integrado, possibilitando participações em práticas educativas e experiências metodológicas inovadoras, de forma a vivenciar as dificuldades encontradas na escola e sua superação, mobilizando esses sujeitos a protagonizarem um processo de construção de conhecimento, assim, ocorrendo uma troca de experiência por futuros profissionais discentes da UFPA e profissionais já formados e atuando na ETEMB.
Em síntese, penso que a minha formação deu um salto qualitativo com a participação no PIBID, isso ocorreu por meio da participação ativa na construção dos meus conhecimentos sobre a escola pública e mais especificamente sobre o Ensino Médio Integrado, que era o foco desse trabalho. Mas, além disso, possibilitou-se uma inserção teórico-prática na construção de uma educação pública de qualidade social para todos nós, jovens paraenses.



[1] Aluna de Graduação do curso de Licenciatura Plena em Pedagogia da Universidade Federal do Pará. Bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência – PIBID. Vinculada ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Educação – GEPTE. E-mail: michelle.coimbra@hotmail.com

sexta-feira, 24 de maio de 2013

AS CONTRIBUIÇÕES DO PIBID NA MINHA FORMAÇÃO ENQUANTO FUTURA PEDAGOGA.


Eloar Teixeira de Brito[1]


 Ao fazer parte do PIBID (Programa Institucional de Bolsa de Iniciação a Docência) na escola Estadual de Educação Tecnológica do Pará Prof, Anísio Teixeira, tive a oportunidade de acompanhar a implantação de uma proposta nova e desafiadora como a do Ensino Médio Integrado na escola. Pude sentir o quanto o papel da escola é importante para que se estabeleça efetivamente propostas e reflexões que possam mudar a vida de jovens estudantes, bem como, as dificuldades enfrentadas pela instituição para a materialização deste projeto.
Durante o período de realização desse projeto, intitulado “Projeto de valorização e qualificação de profissionais para a implementação do ensino médio integrado nas escolas de educação profissional do Pará”, passamos por várias etapas da pesquisa como: entrevista com os docentes, técnicos, e alunos, o que permitiu que entrássemos em contato com diferentes modos de ver e conduzir a realidade, dentro de uma instituição escolar. Por diversas vezes tivemos conversas informais com professores e técnicos da escola o que se configurou como uma troca de experiências, que nos permitiu diversas aprendizagens no âmbito das práticas escolares.

quinta-feira, 23 de maio de 2013

CONSELHO SUPERIOR DA UFPA VALIDA PLÁGIO



Uma decisão inusitada do CONSEPE – Conselho Superior de Ensino Pesquisa e Extensão validou um trabalho plagiado de um aluno, garantindo ao mesmo a permanência na Universidade. No processo constava farta documentação comprovando o plágio de texto de dissertação em desenvolvimento, que é reconhecido pelo aluno e pelos pareceristas, mas prevaleceu a articulação em torno da posição do relator do processo, ao se associou representantes do sindicato e alguns Próreitores.
A decisão contraria o Regimento Geral da Pós-Graduação da UFPA que, em seu artigo 35, prevê o desligamento de discente em função de “ter praticado fraude nos trabalhos de verificação de aprendizagem ou no desenvolvimento da dissertação ou tese”. Foi desconsiderada também a decisão do Colegiado do Programa, bem como uma decisão judicial, proferida pelo Juiz Federal Ruy Dias de Souza Filho, em resposta a um mandato de segurança impetrado pelo discente que se sentia prejudicado.
A aprovação da permanência do discente deve levar à Universidade a revisar o Regimento Geral da Pós-Graduação, discriminando “plágios aceitáveis” e “plágios inaceitáveis” e retirando do documento a expressão “ter praticado fraude (...) no desenvolvimento da dissertação”.
Segue abaixo a decisão do Juiz Federal.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

PIBID DA UFPA: A IMPORTÂNCIA DA EXPERIÊNCIA COM O ENSINO MÉDIO INTEGRADO NA EEETEPA ANÍSIO TEIXEIRA



Daiana Deyse Xavier Dias[1]


O PIBID de pedagogia da UFPA é um programa que visa estreitar a relação dos estudantes de licenciatura com o ambiente escolar, proporcionando a oportunidade de vivenciar experiências que provavelmente não teria apenas com as atividades curriculares do curso. Nesse sentido, por meio do programa estive durante esse tempo convivendo e aprendendo diretamente com a equipe diretiva da EETEPA Anísio Teixeira, buscando entender como se dá o cotidiano de uma Escola Técnica de Nível Médio, seus problemas, anseios, propostas, documentos, etc.
É inegável o valor de tais experiências. No período em que estive como bolsista do PIBID pude participar de eventos tanto na escola, como no Grupo de Pesquisa Sobre Trabalho e Educação (GEPTE), tais como: oficina de formatação de textos, defesa de dissertação; workshop do grupo para divulgação do trabalho inicial dos bolsistas nas escolas Anísio Teixeira e ETEMB; show de talentos promovido na escola como forma de valorização dos múltiplos talentos dos alunos; caravana da leitura; entre outras atividades.

sexta-feira, 10 de maio de 2013

O QUE DIZ A SOCIEDADE SOBRE A DESATIVAÇÃO DA ESCOLA ANÍSIO TEIXEIRA?



  • “Num país que tem 13 milhões de analfabetos e a maior da força de trabalho com menos de 7 anos de escolaridade, desativar uma escola é postergar a superação desta mácula. Qualquer legalismo ou mesmo legalidade deveria ser subordinada ao senso de justiça. Como educador trabalhando há mais de trinta anos acompanho a luta dos colegas da região para a melhoria da educação na região. Espero bom senso das autoridades.” (Gaudêncio Frigotto)
  •  “Oferecer uma Educação Pública de qualidade para nossos jovens deve ser prioridade.” (Eloar Brito)
  • É inadmissível que uma escola da estrutura do Anísio Teixeira seja usurpada da população que contribuiu com seus impostos para sua construção.’ (Antonia Marcia Ramos)
  • “Defendo escola de qualidade para todos.” (Rosineide Castro)

quinta-feira, 9 de maio de 2013

VIVÊNCIAS NA EEETEPA PROF. ANÍSIO TEIXEIRA


VIVÊNCIAS NA EEETEPA PROF. ANÍSIO TEIXEIRA

Cyntia Suelen da Costa Damasceno[1]

A contribuição profissional e acadêmica do PIBID no período de dois anos vivenciados na EEETEPA Professor Anísio Teixeira tem norteado as experiências cotidianas e as aprendizagens referentes à elaboração, organização e apresentações de trabalhos acadêmicos. A vivência nos fez compreender um pouco das relações estabelecidas no âmbito escolar e perceber o quanto é delicado se “infiltrar” em um ambiente que já mantém estabelecidas suas relações interpessoais. A presença diária no cotidiano da escola, inicialmente, proporcionou o conhecimento da rotina peculiar a uma escola que trabalha com o Ensino Médio Integrado, e ainda das burocracias por vezes necessárias, também inerentes a uma instituição escolar.

A IMPORTÂNCIA DO PIBID PARA FORMAÇÃO DO PEDAGOGO: UMA EXPERIÊNCIA NA ESCOLA TECNICA ESTADUAL MAGALHÃES BARATA


A IMPORTÂNCIA DO PIBID PARA FORMAÇÃO DO PEDAGOGO: UMA EXPERIÊNCIA NA ESCOLA TECNICA ESTADUAL MAGALHÃES BARATA

Bárbara Lorena Campos Valois[1]

O trabalho como bolsista do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência – PIBID, vinculado ao Grupo de Estudos e Pesquisas sobre Trabalho e Educação – GEPTE, iniciou-se em maio de 2011, com um período de atividades formativas para os alunos da Graduação de Pedagogia, que haviam sido selecionados. Realizou-se diversas leituras e discussões sobre trabalho e educação. Posteriormente, realizou-se atividades diretamente na Escola Técnica Estadual Magalhães Barata – ETEMB. Na primeira etapa, visava-se à análise de documentos como Projeto Político Pedagógico e Planos de Cursos.
Tendo em vista, que a Instituição em questão oferta cursos de nível técnico nas modalidades Integrado, Subsequente, PROEJA e Especialização, esse motivo reforça a importância das leituras realizadas nos documentos citados anteriormente. Observava-se que para a maioria dos bolsistas presentes na ETEMB, nenhum havia entrado em contato com a Educação Profissional e menos ainda com os documentos que regulamentam a efetivação dessas modalidades, isso amplia a importância desse projeto e destaca, portanto, seu caráter inovador para os alunos.

quarta-feira, 8 de maio de 2013

DEPUTADO ZÉ GERALDO SE PRONUCIA NA CAMARA FEDERAL CONTRA A ENTREGA DO PRÉDIO DA ESCOLA ANISIO TEIXEIRA AO SEBRAE-PA



O SR. ZÉ GERALDO (PT-PA. Pela ordem. Sem revisão do orador.) - Sr. Presidente, o Governo do Estado do Pará, por meio da Secretaria de Educação, está transferindo o prédio da Escola Estadual Tecnológica Anísio Teixeira para o SEBRAE. A escola foi construída com dinheiro do Ministério da Educação e há uma revolta na comunidade escolar.


PRONUNCIAMENTO ENCAMINHADO PELO ORADOR
Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, funcionários e todos aqueles que nos acompanham pelos veículos de comunicação da Casa, reiteradas vezes eu disse aqui que o Governo tucano do Estado do Pará, comandado pela inércia representada pela pessoa do Sr. Simão Jatene, teima em levar o nosso Estado contra a corrente dos programas do Governo Federal.

sábado, 4 de maio de 2013

POR QUE NINGUÉM MAIS QUER SER PROFESSOR NA ESCOLA PÚBLICA?



Publicado originalmente no Blog Luis Nassif on line (http://www.advivo.com.br/luisnassif)

O desinteresse dos alunos pelos estudos, aumento dos casos de indisciplina, violência e atos infracionais nas escolas preocupam os educadores. Além dos baixos salários e as más condições de trabalho, são as principais causas geradoras de angústia, insatisfação, medo, desestimulando-os ao exercício da profissão. Frase como, por exemplo: “os jovens de hoje não tem limites”, “não querem saber de nada”, “não estudam”, “são apáticos”, “sem educação”, tornaram-se comum. As escolas públicas são muito mais vulneráveis a esses problemas pelas suas características: plural, universalizada, composta por uma clientela heterogênea quanto à condição econômica, social e cultural.

quinta-feira, 2 de maio de 2013

EM RECONHECIMENTO AO PROFISSIONAL E CIDADÃO DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES



Sabedores dos ATAQUES SOFRIDOS PELO PROF DORIEDSON DO SOCORRO RODRIGUES, que concorre nas eleições para a Coordenação do Campus de Cametá da Universidade Federal do Pará, vimos prestar a nossa solidariedade e declarar o nosso reconhecimento a esse docente, gestor, pesquisador e cidadão Doriedson Rodrigues.
Professor dedicado e generoso, pesquisador competente e coerente, Doriedson Rodrigues tem tido o reconhecimento de sua capacidade profissional em toda a Universidade Federal do Pará e para além dela. Assumiu a função de Professor do Programa de Pós-Graduação em Educação da UFPA, faz parte da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Educação e coordena o Grupo de Estudos e Pesquisas em Trabalho e Educação, que agrega pesquisadores da UFPA, do IFPA, da UEPA, da UFMG e da UFPE. Suas atividades de ensino e de pesquisa se traduzem na organização de livros, na publicação de diversos artigos e capítulos de livros e no reconhecimento de seus alunos.


segunda-feira, 29 de abril de 2013

Inclusão sócio-Digital



Inclusão Sócio-Digital[1]
O que é inclusão digital?

Inclusão é o termo positivado da palavra exclusão, portanto, para entendermos o que é inclusão é necessário reconhecermos a exclusão. Excluído é um indivíduo sem acesso a algo que lhe seria devido, por isso podemos identificar os excluídos da escola, os excluídos da casa (ou sem-teto), os excluídos de terra (os sem-terra), enfim, são vários os tipos de exclusão existentes em nossa sociedade. Também são vários os movimentos de pessoas excluídas, o Movimento dos Sem terra é um dos mais conhecidos. Você conhece algum movimento de excluído em sua comunidade? Pense nisso que depois voltamos a conversar sobre isso.

sábado, 27 de abril de 2013

CONTRA A DESATIVAÇÃO DA ESCOLA ANÍSIO TEIXEIRA E O REPASSE DO PRÉDIO E MOBILIÁRIO AO SEBRAE-PA

Assine você também o abaixo-assinado contra a desativação da Escola Estadual Anísio Teixeira. Para assinar entre no seguinte endereço: http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoVer.aspx?pi=P2013N39868


Veja o teor do abaixo assinado.

sexta-feira, 26 de abril de 2013

ALUNO PARAENSES SÃO PREMIADOS EM BRASÍLIA

      Ontem, 25/04/2013, alunos da Escola Estadual Tecnológica Anísio Teixeira estiveram em Brasília, juntamente com outros jovens da rede pública de outros estados brasileiros, para receber a premiação do Festival de Imagem realizado pelo Portal EMdiálogo, ocorrido no final do ano passado. A premiação foi entregue durante reunião do Fórum de Diretores do Ensino Médio dos Estados, que vem discutindo a construção da Política para o Ensino Médio brasileiro.

    Após a exibição dos vídeos premiados e sob aplausos e manifestações de encanto por parte da platéia, Diana, Denis e Victor receberam a premiação das mãos da Diretora de Currículos e Educação Integral, Jaqueline Moll, e da Coordenadora Geral de Ensino Médio, Sandra Garcia, ambas da Secretaria de Educação Básica do Ministério da Educação-SEB/MEC. Na ocasião a professora Jaqueline parabenizou os alunos vencedores pela produção do vídeo e anunciou que as propostas em debate no Fórum devem oportunizar aos jovens da escola pública brasileira o acesso aos conhecimentos e produções científicas que efetivamente façam sentido para suas vidas, tendo em vista a perspectiva de formação integral do jovens assumida pelo MEC. Em seguida, Sandra Garcia anunciou que já se encontra na SEB a proposta de criação do programa de bolsas de iniciação científica junior para alunos do Ensino Médio, em parceria com o Programa de Iniciação à Docência-PIBID.

quarta-feira, 24 de abril de 2013

A PREPARAÇÃO DE UM GOLPE NA UEPA?


Durante todo o período eleitoral e particularmente hoje, dia das eleições para a Reitoria da UEPA, vê-se o discurso de judicialização das eleições. Este parece fazer parte da preparação de um golpe já que tal discurso parte dos apoiadores da candidata Ana Hage que, subliminarmente, reconhecem a eminente vitória da Chapa constituída por Juarez e Rubens e tentam justificar, antecipadamente, que o Governador se disponha a nomear a candidata Ana Claudia Hage, que tem maior alinhamento político com o PSDB, mesmo que esta não vença. Como se vê, NEM SEPRE QUANDO DE FALA EM DEMOCRACIA SE PRATICA A DEMOCRACIA.